Ciclo de oficinas de infância e juventude

A Terre des hommes Brasil (TDH) e o Sindicato dos Jornalistas do Ceará (Sindjorce) iniciam, no próximo sábado (19/09), a partir de 9h, o Ciclo de oficinas: infância e juventude em pauta – Comunicação e direitos humanos em tempos de desinformação. A primeira formação discutirá “Violações de direitos recorrentes” na mídia e terá como facilitador o jornalista e pesquisador Ricardo Moura.

O objetivo do ciclo formativo é qualificar a abordagem de estudantes e profissionais da comunicação cearense na perspectiva dos direitos humanos, especialmente de crianças, adolescentes e jovens. Totalmente online e gratuito, o projeto terá certificação pelo Instituto Terre des hommes.

O conteúdo programático dos demais encontros, sempre aos sábados, inclui debates sobre: direitos sexuais e de gênero; redes sociais, infância e adolescência; e abordagens desejadas. Os facilitadores são profissionais de destaque no meio acadêmico e jornalístico.

Confira o conteúdo da Oficina 1 – Violações de direitos recorrentes:

  • A produção de estereótipos pelos meios de comunicação
  • Entendendo a violência como questão estrutural
  • Programas e cobertura policialesca
  • Racismo, machismo e criminalização da pobreza
  • Como abordar temas complexos (ato infracional, tráfico, disputas territoriais, etc.) sem violar direitos?

Sobre o facilitador

Ricardo Moura Braga Cavalcante é Doutor em Sociologia. Colunista da Segurança Pública do jornal O Povo, assessor de comunicação da Embrapa, pesquisador do Laboratório de Estudos da Violência, da Universidade Federal do Ceará – LEV/UFC, e do Laboratório de Conflitualidades e Violência, da Universidade Estadual do Ceará – Covio/UECE. Integra a Rede de Observatórios da Violência, que acabou de publicar um relatório denso sobre as violações de junho de 2019 a maio de 2020.

Oficina 2 – Direitos sexuais e gênero

  • Entendendo e aprofundando conceitos
  • Importância da educação sexual e da autoproteção de crianças e adolescentes
  • Abordagens além da polemização

Oficina 3 – Redes sociais e infância e adolescência

  • Jornalismo multiplataforma e excesso de informação (infodemia)
  • Desinformação (fakenews)
  • Como proteger crianças e adolescentes?

Oficina 4 – Que abordagem buscamos?

  • Como reproduzimos violências
  • Qualificando a cobertura
  • Ferramentas e aliados
  • Cultura de paz e boas práticas

Participe

Existem diversos meios de apoiar o nosso trabalho.

Seja Parceiro
Encoraje-nos a continuar trabalhando em favor da infância e da juventude
Seja Doador
Crie mais oportunidades para crianças e adolescentes em todo o Brasil
Seja Voluntário
Suas habilidades são valiosas, use-as para ajudar crianças e adolescentes
Seja Financiador
Ajude-nos a melhorar o futuro de milhares de crianças e adolescentes