Cultura de autoproteção entre crianças e adolescentes é semeada pelo Projeto Elos de Proteção

Sob a liderança do Instituto Terre Des Hommes Brasil, o Projeto Elos de Proteção atua no enfrentamento ao abuso sexual infanto-juvenil, e desenvolve suas atividades em territórios de Fortaleza- Ce. O trabalho abranje 8 bairros situados nas regionais V e lll, escolhidos conforme um estudo preliminar, que apontava os índices de casos de violência sexual praticados contra crianças e adolescentes, além dos baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH), apresentados na respectivas áreas.

Promovido desde janeiro deste ano, o projeto será realizado por um período de 5 anos, protagonizando ações de incentivo a autoproteção dos grupos propostos, o que significa ensinar a respeito de conhecimentos que provocam entendimento e identificação de situações abusivas, quer seja a criança, vítima ou testemunha da violência.

Rede de ajuda colaborativa  

O trabalho do Projeto Elos de Proteção une forças a uma rede de apoio, que vai além do público de crianças, adolescentes e jovens das Regionais assistidas com sua atuação, sendo adicionados à corrente de prevenção: familiares, comunidades e escolas, incluindo Comissões de Proteção e Prevenção à Violência Contra Criança e Adolescente nas escolas, bem como instâncias do Sistema de Garantia de Direitos e Assistência Social.

É através da ação desse conjunto de atores que se têm entendido os interesses, necessidades e aceitação da comunidade que estão operando, é o que pontua o Psicólogo Lucas Ferreira, integrante da equipe técnica de TDH Brasil.

“O projeto trabalha de forma conjunta com Organizações da Sociedade Civil, Organizações Governamentais e comunidade geral para alcançar o objetivo de trabalhar com as regionais II e V o enfrentamento e prevenção do abuso sexual contra crianças e adolescentes. Conseguimos observar uma maior necessidade de acompanhar o Sistema de Garantia de Direitos, especificamente nas escolas das regionais propostas inicialmente, através de formações sobre a temática, e o fortalecimento das comissões de prevenção e proteção. Ongs de cada território também tem demonstrado ter a necessidade de trabalhar a temática do enfrentamento e prevenção ao abuso sexual.”

Contribuir e multiplicar: a ação de quem faz acontecer

Psicólogo integrante da equipe técnica TDH Brasil

Com uma equipe técnica multidisciplinar de profissionais especialistas no combate a violência sexual, o “Elos de Proteção” tem semeado formações de outros agentes multiplicadores, de maneira estratégica e pensada para cada público-alvo, afirma Lucas Ferreira: “O projeto está atuando com formações de adolescentes monitores para darem o suporte ao projeto, sendo formações voltadas para a temática da violência sexual, especificamente o abuso sexual. Nós como instituição também temos metodologias que conseguem trabalhar essa temática com idades diferentes, sendo cada oficina adaptada para cada idade de desenvolvimento. Como temos o objetivo também de oferecer formações para as escolas, trabalhando também de forma lúdica – através do teatro, acreditamos que informações sobre a temática podem ajudar na autoproteção de crianças e adolescentes.”

Amparado em uma dinâmica de construção da Teoria da Mudança — metodologia aplicada a projetos de cunho social que mensura os resultados e impactos esperados, tendo em mente sempre a visão a longo prazo — o trabalho realizado demonstra uma realidade desafiadora, haja vista a complexidade que o trabalho envolve, contudo os pequenos avanços contemplam passos largos para o alcance dos resultados futuros, é o que revela o Psicólogo.

“Me sinto feliz de fazer parte das ações do Projeto Elos de Proteção, pois trabalhamos a temática do abuso sexual contra crianças e adolescentes de forma séria e comprometida, entendendo a importância de juntar parceiros para o enfrentamento e prevenção desta violência. Quando digo feliz, não é romantizando minha prática enquanto profissional, mas é de entender a importância da minha contribuição para as ações do projeto, e fazer parte desse caminho de forma feliz tem sido de muito contento. Consigo enxergar os resultados positivos que as ações do Projeto Elos de Proteção podem proporcionar para a vida de crianças e adolescentes na cidade de Fortaleza.”

Participe

Existem diversos meios de apoiar o nosso trabalho.

Seja Doador
Crie mais oportunidades para crianças e adolescentes em todo o Brasil
Seja Parceiro
Encoraje-nos a continuar trabalhando em favor da infância e da juventude
Seja Voluntário
Suas habilidades são valiosas, use-as para ajudar crianças e adolescentes
Seja Financiador
Ajude-nos a melhorar o futuro de milhares de crianças e adolescentes