Instituto Tdh Brasil firma acordo de cooperação com Universidade na Espanha

O Instituto Terre des hommes Brasil firmou no dia 04 de abril de 2019 um Acordo de Cooperação com a Universitat Jaume I de Castelló de la Plana, na Espanha, com o objetivo de proporcionar aos seus discentes a vivência em estágios de práticas estudadas e discutidas na universidade, alcançando assim um equilíbrio entre a formação teórica e prática, a aquisição de metodologias para o desenvolvimento profissional e facilitar a empregabilidade dos alunos no futuro.

Após a assinatura do acordo interinstitucional, o instituto recebeu no dia 20 de maio a espanhola Leyre Navarrete, bacharel em Direito e especializada no Mestrado em Paz, Conflitos e Desenvolvimento, para realizar um estágio de três meses com foco na temática da Justiça Juvenil Restaurativa. A estagiária terá a oportunidade de vivenciar procedimentos restaurativos, participar de atividades de formação e conhecer mais de perto os projetos desenvolvidos pela organização com os adolescentes, os jovens e a comunidade e nas instituições do Sistema de Justiça Juvenil do Ceará, que tem parceria estabelecida com o Instituto Tdh Brasil.

Segundo a estagiária, o interesse em conhecer como se aplica na prática a Justiça Restaurativa surgiu ainda quando cursava o mestrado. Nessa época, ela já buscava obter mais conhecimento sobre as temáticas da mediação de conflitos, do trabalho comunitário e da inclusão social. Foi então que ela conheceu o trabalho desenvolvido pelo Instituto Tdh Brasil, organização da sociedade civil de referência nacional na temática da Justiça Restaurativa no País.

“Pretendo durante o estágio aprender sobre as metodologias que são efetivas aplicadas no Brasil, conhecer os procedimentos adequados e todo o processo para reunir os atores sociais envolvidos em um conflito, entender os modos de trabalho e as suas especificidades e saber quais os procedimentos realizados nos diferentes projetos sociais realizados pela instituição. Além disto, desejo aprender muito sobre a temática a partir das vivências e do processo de observação na prática, visando o crescimento profissional na área”, afirmou Leyre Navarrete.

Leyre acredita que a Justiça Restaurativa ainda pode evoluir na Espanha.

O sistema jurídico e criminal espanhol é muito fechado, visa muito mais o enfrentamento, no sentido de confrontar, e favorece muito a exclusão social, que não é tão fácil de reverter. Não há um envolvimento da comunidade nem da família, ou seja, existe uma separação de diferentes atores envolvidos. Então, isso leva a muita exclusão, a muitos outros problemas, enquanto os jovens enfrentam problemas na educação, o que acaba gerando mais dificuldades para eles enfrentarem o futuro e saírem da situação de exclusão.

Leyre Navarrete

Depois do período do estágio, Leyre Navarrete espera aplicar a Justiça Restaurativa em regiões da Espanha onde existe a necessidade da realização de procedimentos restaurativos para solucionar os conflitos.

“O Instituto Tdh Brasil vem ampliando suas frentes de articulações em âmbito nacional e também internacional. Consideramos importante a parceria estabelecida com a Universitat Jaume I porque fortalece qualificação das nossas intervenções, alinhando teoria e prática no contexto internacional”, afirmou Renato Pedrosa, presidente do Instituto Terre des hommes Brasil.

Sobre a vinda da estagiária espanhola Leyre Navarreta ao Brasil para estagiar nos projetos desenvolvidos pela organização, Renato Pedrosa vê como mais uma oportunidade para a troca de experiência e saberes, através da interação com os técnicos, com as instituições parceiras do instituto e o conhecimento da metodologia aplicada com o enfoque restaurativo que atualmente o Instituto desenvolve no país.

Com a realização das práticas, que faz parte do processo de aprendizagem e obtenção do conhecimento, a parceria interinstitucional busca atingir os seguintes resultados: contribuir para a formação integral de alunos, complementando os seus conhecimentos teóricos e práticos; facilitar o conhecimento da metodologia de trabalho adequado à realidade profissional no que os estudantes devem aplicar, contrastando e aplicando o conhecimento adquirido; acompanhar o desenvolvimento do estudante quanto às competências técnicas, metodológica, pessoal e participativa; viabilizar a obtenção por parte do estudante uma experiência prática que facilite a sua inserção no mercado de trabalho e lhe ofereça melhores oportunidades de emprego no futuro; e favoreça os valores da inovação, criatividade e empreendedorismo.

Participe

Existem diversos meios de apoiar o nosso trabalho.

Seja Doador
Crie mais oportunidades para crianças e adolescentes em todo o Brasil
Seja Voluntário
Suas habilidades são valiosas, use-as para ajudar crianças e adolescentes
Seja Financiador
Ajude-nos a melhorar o futuro de milhares de crianças e adolescentes
Seja Parceiro
Encoraje-nos a continuar trabalhando em favor da infância e da juventude