Projeto ‘Mucuripe da Paz’, desenvolvido pelo TDH, é tema de TCC

‘’Mucuripe da Paz é libertador?” foi o título escolhido pela então universitária Evelyne Lima, que é assessora técnica do Instituto Terre des Hommes Brasil (TDH). O trabalho foi apresentado no fim do ano de 2022 como requisito para obtenção do título de pedagoga pela Faculdade de Educação, da Universidade Federal do Ceará (UFC).

O desenvolvimento da pesquisa se deu a partir da análise de documentos institucionais e das falas dos sujeitos investigados (FOTO: Divulgação)

O tema da pesquisa gira em torno dos estudos do educador e filósofo brasileiro Paulo Freire aliado ao Projeto Mucuripe da Paz, que foi desenvolvido pelo TDH entre os anos de 2016 e 2021, no território do Grande Mucuripe, em Fortaleza, visando a proteção e a prevenção da violência comunitária que afeta a vida de crianças e adolescentes.

“O trabalho com os adolescentes e jovens me despertou para a escrita do tema aliado a algo que eu já estudava no curso de Pedagogia: as concepções de Paulo Freire”, comenta Lima.

Dentro da pesquisa acadêmica, buscou-se identificar a importância do Projeto Mucuripe da Paz na formação daqueles/as que participaram diretamente dele, caracterizando ações de protagonismo juvenil, além de descrever as atividades realizadas pelo projeto refletindo sobre as ideias do pensador brasileiro.

“Com fundamentação teórica construída através das concepções de Pedagogia do Oprimido, Prevenção da Violência e Protagonismo Juvenil, esta pesquisa foi realizada a partir de uma abordagem qualitativa, investigando, como estudo de caso, o Projeto Mucuripe da Paz e teve como técnica de coleta de informações a entrevista semiestruturada realizada com adolescentes e jovens participantes do projeto”, indica o resumo do TCC.

Assim, o desenvolvimento da pesquisa se deu a partir da análise de documentos institucionais e das falas dos sujeitos investigados. Evelyne ressalta os resultados:

“Há muita potência nas comunidades, nas juventudes e em especial no Grande Mucuripe. Poder associar o tema do protagonismo juvenil com a pedagogia freiriana, que muitas vezes fica restrito ao ambiente da faculdade, foi muito gratificante pois pude me debruçar sobre meu próprio trabalho e sobre as vivências dos meninos e meninas que participaram mais diretamente do Projeto Mucuripe da Paz”, conclui.

Participe

Existem diversos meios de apoiar o nosso trabalho.