TDH participa de evento sobre os 10 anos do Sinase, em Pernambuco

O Instituto Terre des Hommes Brasil (TDH), representado pelo presidente Renato Pedrosa, participou, neste mês de dezembro, do Seminário SINASE: História e Subjetividades, promovido pela Escola de Conselhos de Pernambuco e Visão Mundial.

Com o tema ”socioeducação e subjetividades: práticas restaurativas, etnicidade e culturas políticas infantojuvenis”, Pedrosa dividiu a mesa com os professores Assis da Costa Oliveira e Thiago Reisdorfer.

“A participação de TDH no Seminário de 10 anos do Sinase, retrata o reconhecimento de sua trajetória na implementação de práticas restaurativas no atendimento ao adolescente autor de ato infracional. Somos uma das instituições brasileiras, em âmbito nacional, que vêm orientando, capacitando e supervisionando a implementação da lei no âmbito das práticas restaurativas”, comenta o gestor do TDH.

Durante o evento, a instituição apresentou a trajetória da implementação das leis, no âmbito das práticas restaurativas nos primeiros atendimentos ao adolescente autor de ato infracional, em âmbito judicial, além das lições aprendidas em consultorias para incluir o paradigma restaurativo em unidades de privação de liberdade  para adolescentes. 

“A motivação é compartilhar saberes, aprendizagens e troca de experiências entre os participantes”, complementa Renato Pedrosa.

O evento contou com uma mesa exclusivamente formada por seis adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa que puderam se expressar e exercer uma participação ativa. Ao longo do encontro, mais de 300 pessoas participaram do seminário.

Entre os pontos importantes destacados por Pedrosa, estão: a importância do resgate histórico da implementação da lei; a relevância de manter a sinergia com outras instituições; de compreender as subjetividades que envolvem o ato infracional.

Sobre

O Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) é instituído por lei e regulamenta a execução das medidas socioeducativas destinadas a adolescente que pratique ato infracional.

Participe

Existem diversos meios de apoiar o nosso trabalho.